|

Os chefes dos Poderes Executivos do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina destacaram ações que fizeram seus Estados atingirem bons índices de desenvolvimento econômico e social

O Brasil que dá Certo foi destaque no 18º Congresso de Rádio e Televisão da ACAERT, em painel com governadores dos três Estados do Sul. Os chefes dos Poderes Executivos do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina destacaram ações que fizeram seus Estados atingirem bons índices de desenvolvimento econômico e social, o que garante ao Sul brasileiro bons indicadores em comparação com outras regiões da federação.

O governador catarinense, Carlos Moisés da Silva falou como o Estado conseguiu se recuperar do déficit de R$ 1,2 bi e avançar para um superávit superior a R$ 1,8 bi e investir mais R$ 2 milhões em recursos próprios. O governante destacou ainda o perfil municipalista do seu Governo, o foco em infraestrutura, aplicando recursos inclusive em rodovias federais. “Esse movimento trouxe a garantia e a segurança jurídica que animou empresariado brasileiro e estrangeiro para escolher Santa Catarina como um lugar para investir. Por isso, nosso Estado cresce acima da média brasileira e gera mais postos de trabalho. Comemoramos ainda, que, durante a pandemia tivemos a menor taxa de letalidade e o menor desemprego do Brasil.”

Já o governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior, lembrou que há poucos anos o Estado pagava o salário de seus servidores com atraso e parcelado, acumulava dívidas com fornecedores. Na saúde, a dívida supera a casa do R$ 1 bilhão. Reformas nas estruturas administrativas, privatizações e concessões possibilitaram uma “virada de jogo no Rio Grande do Sul, enfatizou Ranolfo. O governador gaúcho enfatizou ainda a relevância do Congresso Catarinense de Rádio e Televisão para evidenciar a importância da imprensa livre. “Isso é basilar do sistema democrático, o direito fundamental das pessoas serem informadas”.

O governador do Paraná, Carlos Massa Júnior, explicou que o planejamento, voltado especialmente para as questões de logística, transformou o Paraná na “central logística da América do Sul”, o que tem impactado na geração de empregos. O Estado registrou geração de emprego histórica em 2021, e iniciou este ano superando os números de geração de emprego no primeiro trimestre, comparado com o ano anterior. “Nesse encontro do Sul, em especial da radiodifusão, temos um momento oportuno para discutir com o setor empresarial os três Estados do Sul, que respondem por uma fatia considerável do PIB brasileiro”, finalizou Ratinho Júnior.

Semana da Televisão

No painel com os governadores do Sul, Carlos Moisés aproveitou para sancionar a lei que institui a Semana da Televisão no calendário oficial de eventos do Estado.  Pela proposta, de autoria do deputado estadual João Amin (PP), a Semana da Televisão será comemorada no período de 1º de junho, data em que ocorreu a transmissão do que se tornaria a TV Tupi, a pioneira no Brasil. 

Em 2020, a Assembleia Legislativa já havia criado a Semana Estadual do Rádio, com projeto apresentado pelo deputado Kennedy Nunes (PTB). 

A criação da Semana Estadual da Televisão visa desenvolver atividades, ações e campanhas que esclareçam sobre a importância do meio na divulgação da história, cultura, notícias, educação e entretenimento. Um incentivo para realização de palestras, debates, webinars e conferências voltadas para o meio televisivo, por meio de parcerias entre o poder público, faculdades, universidades, escolas, associações representativas da área de Comunicação.

Informações e Foto Reporter: Patrícia Gomes

O trabalho foi realizado na cidade de Santiago do Sul, visando promover o controle de pragas, tais como, mosquitos, baratas e ratos.

“A ação tem por objetivo combater diversas pragas urbanas que podem ser transmissoras de doenças. É uma medida importante para garantir a manutenção da saúde pública e tornar a cidade mais agradável. Além da dedetização, que está sendo promovida pela Administração Municipal, é importante que cada morador colabore para evitar a proliferação dessas pragas, evitando o acúmulo e depósito de lixos em locais inadequados”, destacou o Secretário de Saúde Alacir Durante.

O serviço foi sendo realizado por uma empresa especializada, contando com o acompanhamento do setor de Vigilância Sanitária e Epidemiológica.

Informações e Foto: Assessoria do Município de Santiago do Sul

A abertura do 18° Congresso Catarinense de Rádio e TV aconteceu na noite deste domingo (22)

O 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, realizado pela Acaert, abriu oficialmente na noite deste domingo, 22 de maio. A abertura oficial ocorreu logo após a palestra do  vice-presidente da República, general Hamilton Mourão. Na oportunidade, houve a  entrega de comendas e jantar de confraternização.

A Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) segue monitorando a tempestade tropical Yakecan. O fenômeno está se afastando para o oceano, o que diminui a intensidade dos ventos nas próximas horas.

Santa Catarina é sinônimo de crescimento, oportunidade e desenvolvimento. Um estado com muitas vantagens competitivas, capacidade empreendedora, inovador, que cresce na sua totalidade, impulsionada por polos regionais. Estes foram alguns dos destaques apresentados pelo governador Carlos Moisés para embaixadores e representantes de 30 países no SC Day, na Embaixada de Portugal, em Brasília, na tarde desta terça-feira, 17.

A Defesa Civil do Estado está acompanhando a formação e o deslocamento da tempestade subtropical Yakecan entre a costa do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. As equipes de monitoramento seguem em tempo real o fenômeno. Na tarde desta terça-feira (17), os ventos atingiram velocidade superior a 75km/h no estado: em Urupema as rajadas chegaram aos 75,3km/h, em Siderópolis 65,8 km/h e em Rancho Queimado, 62,1 km/h

© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.