|
Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu na noite desta sexta-feira (27) cinco homens, todos do Mato Grosso do Sul, autores de pelo menos 12 sequestros ocorridos desde o final de março em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul contra caminhoneiros de diversos Estados do Brasil. O esquema criminoso atraía caminhoneiros para realizarem fretes, usando anúncios falsos em nome de empresas conhecidas, em aplicativos de fretamento, com um bom pagamento.

Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Civil identificou e prendeu duas pessoas suspeitas de serem principais integrantes de uma facção criminosa responsável pelo tráfico de drogas na região de Chapecó, Oeste de Santa Catarina. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Chapecó. Foram cumpridas buscas, que contaram com o apoio da Polícia Penal. Os trabalhos consistem em operações de combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã de hoje (27), a Polícia Civil de Santa Catarina atua com a Polícia Civil do Distrito Federal na operação “Falcon”, em Santa Catarina. A investigação, realizada pela Polícia Civil do DF, mobiliza 78 policiais civis dos dois Estados e tem o objetivo de cumprir em Santa Catarina 16 ordens judiciais de busca e apreensão e 13 ordens judiciais de prisões temporárias.

Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Militar (PM) apreendeu na tarde desta quinta-feira, dia 26, duas armas de fogo e flagrou um local onde possivelmente eram realizadas rinhas de galo, em uma chácara no interior de Caçador, Meio-Oeste catarinense.

Avalie este item
(0 votos)

Um jovem de 19 anos e uma adolescente de 16, foram detidos na noite desta terça-feira, dia 24, após a Polícia Militar receber uma denúncia de que estaria ocorrendo tráfico de drogas em um condomínio no bairro Efapi, em Chapecó.

Segundo a PM, populares ainda teriam dito que o homem estaria utilizando uma arma de fogo e seria um dos autores dos vários roubos em residências que ocorreram nos últimos dias na região.

No local, a guarnição abordou o suspeito juntamente com a adolescente. Após conversa inicial, o homem relatou que no apartamento teria um revólver calibre 32 e diversos tipos de drogas.

Durante as buscas, os policiais encontraram vários objetos roubados, até mesmo as chaves e documentos de um veículo Golf, que possuía registro de roubo.

O autor confirmou a participação no roubo do veículo e levou a guarnição até o local onde o carro estava escondido, na linha Pequena, em meio a uma plantação de eucaliptos.

Entre os objetos apreendidos na residência estão: revólver, drogas, cinco celulares, balança de precisão, garrafas de vinho, joias, relógios, lava-jato, chaleira elétrica, aparelho de tv, óculos de sol, perfumes, módulo de som e uma quantia em dinheiro.

Informações Oeste Mais e Foto Polícia Militar

Avalie este item
(0 votos)

Crianças de 6 e 4 anos levaram surras de toalha molhadas e eram obrigadas a presenciar cenas de sexo da mãe e outros homens

Uma mulher de 26 anos e o ex-namorado dela, de 32, foram presos por maus-tratos contra crianças, violência doméstica e crimes sexuais, na última quinta-feira, dia 19, em Vicente Pires, No Distrito Federal.

Segundo a Polícia Civil, os crimes contra as crianças ocorriam desde o ano passado. Na época, o casal mantinha relacionamento amoroso e a mulher morava com os filhos em um apartamento na Colônia Agrícola Samambaia.

De acordo com as investigações, as crianças eram mantidas em um apartamento repleto de fezes e urina do cachorro de estimação, de restos de alimentos, roupas podres, insetos e lixo espalhado pelos cômodos.

Piolhos e carrapatos

De acordo com os agentes, as duas crianças tinham piolhos e até carrapatos, em razão da falta de cuidados. O casal de irmãos sofria agressões com toalhas molhadas em suas partes íntimas, surras com cabo de vassouras, insultos verbais e ameaças.

As crianças acabaram permanecendo sob a guarda dos avós paternos. Em segurança, após se sentirem mais protegidos, eles passaram a narrar para a avó os abusos a que estavam sendo submetidos. O filho da investigada ainda contou ter sido abusado sexualmente pelo namorado da mãe, o qual teria esfregado o pênis em seu ânus. Ele ainda presenciou a mãe mantendo relações sexuais com dois homens ao mesmo tempo.

A filha da mulher presa também relatou para a avó ter sofrido abusos sexuais cometidos pelo namorado de sua mãe. A menina afirmou que o criminoso esfregava com força sua genitália quando lhe dava banho. As crianças ainda revelaram que presenciaram a mãe exibindo suas partes íntimas em um aplicativo de celular em troca de dinheiro.

Depoimento

As crianças foram submetidas a depoimento especial, tomado na Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e confirmaram a maioria dos fatos relatados, tendo informado alguns dos abusos físicos, verbais e sexuais sofridos. O menino de seis anos foi encaminhado ao IML, onde foi atestado que ele sofreu lesões contusas, em razão de atos de violência física.

Os investigados, que não mantém mais relacionamento amoroso, foram indiciados pelos crimes de violência doméstica, maus-tratos, abandono material, estupro de vulnerável, e satisfação de lascívia mediante presença de criança.

Somadas, as penas podem alcançar os 30 anos de prisão.

Durante as buscas realizadas na residência da investigada, os policiais identificaram que a mulher continua vivendo nas mesmas condições de higiene com que vivia com seus filhos, tendo sido constatada a presença de fezes de cachorro, lixo acumulado, sujeira e insetos no local, inclusive no interior de sua geladeira.

A investigação prossegue com a análise do material apreendido. As crianças continuam sobre a guarda a avó paterna.

Informações Oeste Mais Foto Oeste Mais

© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.