|

Dia D das Campanhas de Vacinação contra a gripe e o sarampo é neste sábado Destaque

By Abril 29, 2022 423 0

O último sábado do mês de abril, dia 30, será marcado pelo Dia D, de mobilização estadual, das Campanhas de Vacinação contra a gripe e contra o sarampo. Nesta data, os municípios catarinenses vão disponibilizar pontos de vacinação para imunizar a população contra as duas doenças.

 

Serão vacinados contra a gripe os idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde e crianças de seis meses a menores cinco anos; e contra o sarampo as crianças de seis meses a menores de cinco anos e os trabalhadores da saúde.

Seguindo orientação da Secretaria de Estado da Saúde, os municípios que tiverem doses extras da vacina contra a gripe podem antecipar a vacinação dos demais grupos prioritários da Campanha, que inicia no próximo dia 2 de maio. Desta forma, é importante que a população se informe junto a Secretaria de Saúde do município sobre os grupos, locais e horários de vacinação.

A partir de segunda-feira, 2 de maio, começa uma nova etapa da Campanha de Vacinação contra a gripe e pessoas dos demais grupos prioritários também poderão ser imunizadas contra a doença, como:

  • Gestantes e puérperas;
  • Indígenas;
  • Professores;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte coletivo;
  • Trabalhadores portuários;
  • Forças de segurança e salvamento e forças Armadas;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • População privada de liberdade e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Na Campanha contra a gripe está sendo usada a vacina contra influenza trivalente, que protege contra três subtipos de vírus influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Com relação ao sarampo, a partir do dia 2 de maio, continuam sendo vacinados os trabalhadores da saúde e as crianças de seis meses a menores de cinco anos com uma dose da vacina tríplice viral, independentemente da situação vacinal. Além de proteger contra o sarampo, a tríplice viral protege contra a rubéola e a caxumba.

As Campanhas de Vacinação contra a gripe e o sarampo continuam até o dia 3 de junho. Pessoas que fazem parte de um dos grupos prioritários de vacinação devem procurar um ponto de vacinação o quanto antes.

 

VACINAÇÃO ESTÁ ABAIXO DO ESPERADO

Até este momento foram vacinados contra a gripe 324.094 (29,6%) idosos com 60 anos ou mais de um total de 1.094.620 e 60.254 (40,1%) trabalhadores da saúde de um total de 150.239, o que corresponde a um percentual de 30,9% da população-alvo total da primeira etapa da Campanha que é de 1.244.859 pessoas. A meta é imunizar, ao menos, 90% desta população.

No caso do sarampo, considerando que até o momento o único grupo contemplado foi o de trabalhadores da saúde, foram aplicadas 42.361 doses, uma cobertura vacinal de 27,1%. A meta é vacinar, ao menos, 95%.

 

GRIPE

A gripe (influenza) é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. O vírus é altamente transmissível e pode fazer com que a pessoa infectada evolua para formas graves da doença e, até mesmo, possa morrer em decorrência dela. Esses quadros graves ocorrem com maior frequência nas pessoas que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. Por isso, a importância da vacinação dos que fazem parte dos grupos prioritários.

A transmissão da gripe ocorre de forma direta por meio das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao espirrar, ao tossir ou ao falar; ou por meio indireto pelas mãos que, após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carregar o vírus diretamente para a boca, nariz e olho.

Neste ano já foram confirmados 135 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave por influenza com 26 óbitos. A maior parte dos casos registrados neste ano são do vírus influenza A (H3N2), no qual o subtipo Darwin foi responsável no final do ano de 2021 por um surto que acometeu vários países do hemisfério norte. A vacina contra a gripe disponível na Campanha de 2022 protege contra esse subtipo do vírus influenza.

 

SARAMPO

O sarampo é uma doença perigosa e potencialmente mortal, principalmente em crianças. Além dos sintomas como febre, irritação nos olhos, mal estar, coriza e manchas vermelhas na pele, pode enfraquecer o sistema imunológico e tornar a criança mais vulnerável a outras doenças infecciosas como pneumonia e diarreia, podendo levar à complicações e à morte.

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa pela tosse, fala, respiração ou espirros de uma pessoa doente. Trata-se de uma doença extremamente contagiosa, já que uma pessoa infectada pode transmitir o vírus para até outras 18 não vacinadas. Devido a isso, os casos tendem a aparecer rapidamente quando os níveis de vacinação diminuem. Por esse motivo, a importância de estimular a atualização da caderneta de vacinação, especialmente neste período de queda das coberturas vacinais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, quase 17.338 casos de sarampo foram relatados em todo o mundo nos meses de janeiro e fevereiro de 2022, em comparação com 9.665 durante os primeiros dois meses do ano de 2021. Em Santa Catarina, não houve registro de casos de sarampo nos anos de 2021 e 2022.

Informações Secom

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.